Localização:

Clique para ampliar
(Clique para ampliar)

 
Histórico
 

O distrito de Vila Segredo, pertence ao município de Ipê e localiza-se na Serra gaúcha, distante 14 km da sede. Residem atualmente na localidade aproximadamente 1200 pessoas.

Inicialmente, as terras de Segredo eram divididas em quadras, que mediam quilômetros de extensão, cobertas de florestas nativas.

Por volta de 1900, apareceram os primeiros colonizadores que, pouco a pouco foram comprando as áreas. Essas propriedades eram divididas em partes de um milhão (ou seja 100 hectares) e a divisa era de um rio até o outro. Para proteger as terras de invasores, os proprietários as entregavam aos negros que não tinham onde morar e estes, por sua vez, plantavam o que bem quisessem, assegurando a integridade das terras.

Os primeiros proprietários dessas terras foram Olavo Lacerda, Abitino Lima, Libório Rodrigues, J. Paim de Andrade e Firmino Rosa.Esses colonizadores eram, em sua maioria, imigrantes italianos dos quais se destacavam: Grazziotin, Araldi, Vazatta, Brollo, Righez, Rigo, Furlan e Corso.

As famílias da imigração afro eram: Pinheiro da Cruz, de Souza, Guimarães, Braga de Jesus, Perreira da Cruz, Diniz Pereira, Ribeiro, Rodrigues, Preto, Maciel e Gomes dos Santos.
 

Antes que estes colonizadores chegassem, o lugar denominava-se “Paiol”. Recebeu este nome porque na localidade existia um paiol de milho que servia de guia aos tropeiros que ali chegavam. Servia, também, de farol para os agrimensores e colonizadores, pois localizava a direção de medição das terras.

A organização da vila começou com o colonizador João Rizzon, que conseguiu do senhor Olavo Lacerda o terreno para instalar a praça onde hoje se encontra a Igreja Matriz da comunidade.
 

Clique na foto para ampliá-la!
Foto aérea do município de Ipê
 

O primeiro nome que a comunidade adotou foi de “Vila São Pedro”, mais tarde passou a denominar-se “Vila São Pedro do Ipiranga” e, em 1915, recebeu a denominação de Vila Segredo. No dia 30 de abril de 1924 passou a ser o 9º distrito do município de Vacaria, RS. A área territorial do distrito era de 295 km2.

Com a emancipação do vizinho distrito de Ipê em 15 de dezembro de 1988, Vila Segredo passou a ser o 2º distrito do município de Ipê.

Localize-se territorialmente entre: Rio Turvo com o município de Protasio Alves, o Rio Segredo com o município de Ipê e, com o Rio Segredinho com o vizinho distrito de Vila São Paulo, também pertencente à Ipê.
 

Clique na foto para ampliá-la!
Igreja Matriz de Vila Segredo

A religião predominante é a Cristã Católica. As pessoas ainda cultuam diversos costumes, poucos comuns hoje, nos centros maiores, como a participação na missa semanalmente e, a realização de encontros de famílias na preparação para o Natal, Páscoa e Campanha da Fraternidade.

O dialeto vêneto ainda é muito utilizado, principalmente nas comunidades ao redor do distrito e que, ainda, são chamadas de “Capela”.
 

No início a comunidade tinha como fator de crescimento: cooperativas, moinhos, lojas comerciais, ferrarias, moinhos de milho movidos a água.

Atualmente, a economia do local baseia-se principalmente na agricultura: convencional e principalmente a agricultura ecológica, o que gerou a criação de diversas agroindústrias familiares que produzem suco, vinho, compotas, massas e pães, entre outros. Também faz parte do desenvolvimento econômico o comercio local baseado em bares, lojas de roupas e mercados. Aparecem, ainda pequenas empresas como olarias de tijolos, pedreiras, ferraria, diversas fábricas de caixas, moinhos de milho movidos à luz, vinícola, empresas de turismo e transporte escolar, de transporte de carga.
 

Clique na foto para ampliá-la!
Foto aérea de Vila Segredo

Mais, atualmente, começa a se desenvolver o turismo ecológico onde diversos cronogramas já estão sendo montados para mostrar as belezas e a cultura desde local que alberga uma imensidade de pontos que merecem ser vistos e apreciados.

A simplicidade da comunidade nos faz perceber que ainda podemos ter a utopia de uma vida confortável onde a convivência nos remete a um futuro com mais qualidade de vida. Os finais de tarde à sombra dos Ipês floridos, nos convidam para uma roda de chimarrão e uma prosa sem pressa.
 

Que mais podemos desejar para ser felizes!


Todos os Direitos Reservados | Resolução adequada: 600x800 | Webmaster Fabiano Siota |2006-2018|